Conheça o Teste de hidrogênio expirado – Rovaris MedRovaris Med

Conheça o Teste de hidrogênio expirado

Você já ouviu falar sobre o teste de hidrogênio expirado? Calma, calma… o nome pode até remeter a algo complicado, mas a verdade é que o procedimento é muito mais simples do que parece.

Porém, antes de explicarmos como ele funciona, vamos entender para que esse importante exame serve. Acompanhe tudo nesse artigo especial que preparamos sobre o assunto.

Para que serve?

O teste de hidrogênio expirado, como o nome sugere, afere a quantidade de hidrogênio (ou metano) que contém o ar expirado pelo paciente. Com esta informação é possível detectar a presença de algumas substâncias em nosso organismo – como a frutose e o sorbitol, que em excesso podem trazer complicações para o sistema digestório.

O exame também é capaz de perceber o crescimento anormal de bactérias em nosso intestino. Aqui, destacamos o supercrescimento bacteriano no intestino delgado (mais conhecido como SIBO), que mais adiante explicaremos um pouco melhor.

Como o exame é realizado?

Agora que já sabemos para que serve o teste de hidrogênio expirado, vamos entender como ele é realizado. Primeiro, é importante você saber que, apesar de simples, o teste exige algumas horas da sua agenda. Ele pode durar de duas a quatro horas. Então, é importante se programar.

O exame propriamente dito consiste no paciente expirar uma quantidade de ar em um pequeno aparelho, como se estivesse soprando em um  teste de bafômetro. Esse ar expirado é que servirá para a análise posterior.

Dando continuidade ao procedimento, o paciente deve ingerir uma solução líquida (que vai conter um tipo específico de açúcar, de acordo com o objetivo do exame). Feito isso, uma nova amostra de ar expirado será coletada a cada 15 ou 30 minutos para comparação. Ao final das coletas o paciente estará liberado.

Existem alguns preparos específicos para a realização do exame – que o seu médico explicará no momento mais oportuno. Mas, não se preocupe. Não há nada complexo. Apenas algumas indicações do que comer e beber nos dias que antecedem a realização do exame.

O que ele identifica?

Com as amostras de ar expirado é possível identificar a quantidade de frutose presente no organismo, por exemplo. A frutose, em excesso, pode trazer problemas relacionados à obesidade, aumento da gordura visceral, colesterol e triglicerídeos.

É possível identificar também a quantidade de sorbitol. Essa substância, em excesso, pode provocar dores abdominais, gases, diarréia, desidratação e até problemas no reto.

O procedimento também é um importante aliado na identificação do supercrescimento bacteriano no intestino delgado (SIBO ou Lactulose). Nesta situação há um crescimento desenfreado de bactérias no intestino delgado, que podem ocasionar, entre outros sintomas, diarreia, gases e cólicas abdominais.

Como faço para realizar esse tipo de exame?

Antes de qualquer coisa é importante você agendar uma consulta com um médico especialista. Ele é quem vai investigar o seu caso e, se necessário, recomendará a realização do teste de hidrogênio expirado.

Na Rovaris Med você conta com profissionais que podem lhe dar todo o suporte, tanto nas consultas quanto na realização do exame se assim for preciso.

Entre em contato e agende a sua consulta ou exame hoje mesmo!

Leia também:

Teste de Hidrogênio Expirado

É um teste respiratório realizado através de um equipamento supermoderno que funciona de forma similar ao bafômetro.

Tipos de Intolerância alimentar

Muito além do glúten e da lactose, você conhece os tipos de intolerância alimentar?

Você já percebeu que seu corpo reage de forma diferente a cada alimento? Alguns causam inchaço, outros gases, e até dores articulares.

Teste respiratório detecta intolerância à lactose

Tecnologia semelhante ao bafômetro ajuda a detectar intolerância à lactose.